sexta-feira, 22 de abril de 2011

Autismo







“... O autismo, embora possa ser visto como uma condição médica, também deve ser encarado como um modo de ser completo, uma forma de identidade profundamente diferente ...” (OLIVER SACKS)

Conhecido cientificamente como DGD - Distúrbios Globais do Desenvolvimento – o autismo é uma síndrome caracterizada por alterações que se manifestam, sempre, na interação social, na comunicação e no comportamento.

Normalmente manifesta-se por volta dos 3 anos de idade persistindo por toda a vida adulta. Atinge principalmente o sexo masculino, na proporção de quatro meninos para cada menina. As causas ainda não foram claramente identificadas e várias abordagens de tratamento têm sido desenvolvidas.

Os prejuízos estão diretamente relacionados ao grau de autismo que a pessoa apresenta. Algumas, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam também retardo mental, mutismo ou importantes retardos no desenvolvimento da linguagem. Algumas parecem fechadas e distantes, outras presas a comportamentos restritos e rígidos padrões de comportamento.

As pessoas com autismo têm um modo diferente de aprender, organizar e processar as informações. Para respeitar estas diferenças, elas precisam de ambientes estruturados e organizados, pois normalmente os autistas têm dificuldades em mudarem suas rotinas diárias.

Instituições educacionais bem estruturadas, com profissionais especializados, possibilitam um tratamento mais apropriado para os portadores de autismo em seus diversos graus de comprometimento.

A medida que conseguimos estabelecer um vínculo com cada um deles, procurando proporcionar um ambiente terapêutico, onde possam se sentir acolhidos, observamos um desabrochar na forma de se relacionarem, cada um se colocando com a característica que lhe é peculiar.

Símbolo para a Conscientização do Autismo.

Para finalizar nada melhor que um poema muito bonito sobre como é ser autista. Um pouco forte, mas de qualidade. Vale a pena ler até o final.

"Eu sou o autismo" é um poema escrito por Billy Mann, um compositor nomeado para um grammy, produtor de música e membro da Autism Speaks e pai de uma criança autista. 

I Am Autism

Eu sou autismo:
Sou visível nas suas crianças, mas se puder ajudar, sou
invisível ate ser demasiado tarde.
Eu sei onde você vive, e sabe o que mais? Eu vivo lá também.
Eu paro em torno de você.
Eu não conheço nenhuma barreira de cor, religião,
moralidade, nenhuma moeda.
Eu falo a sua língua fluentemente e, a cada voz que leva embora, adquiro uma nova língua.
Eu trabalho rapidamente. Eu trabalho mais rápido que a SIDA,
o cancro e o diabetes pediátricos juntos.
E, se você é casado e feliz, vou-me certificar de que sua união
falhará. O seu dinheiro cairá nas minhas mãos e levá-lo-ei à
falência para meu próprio lucro.
Eu não durmo, assim eu tenho certeza de que você também
não dormirá. Eu tornarei virtualmente impossível que a sua
família frequente um templo, uma festa de aniversário, um
parque, sem esforço, sem embaraço, sem dor.
Você não me pode curar. Os cientistas não têm recursos e eu
saboreio o desespero deles.
Os seus vizinhos estão felizes por fingir que eu não existo,
claro, ate que seja com a criança deles. Eu sou o autismo.
Não me importa o que é certo ou errado. Eu tiro grande prazer
da sua solidão. Eu lutarei para levar embora a sua esperança.
Eu tentarei roubar-lhe as suas crianças e os seus sonhos.
Eu vou me certificar de que, a cada dia em que você acordar,
gritará, querendo saber: “Quem cuidara da minha criança
depois que eu morrer?” A verdade é que eu estou ganhando e
você tem medo, e deve mesmo ter.
Eu sou o autismo
Você me ignorava. Isso e um erro

3 comentários:

Anônimo disse...

Muito lindo o poema
:)

Rose disse...

Eu tenho um filho autista, adorei. Muito lindo o poema.

Anjo meu... disse...

Achei muito interessante a postagem sobre autismo e o poema é simplesmente maravilhoso!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...